A Rússia está a caminho de se tornar o maior produtor mundial de ouro até 2029 - relatório


A mina Olympiada, no leste da Sibéria, é uma das maiores do mundo. (Imagem cortesia de Polyus Gold).


Apesar de algumas interrupções causadas pela pandemia do covid-19, espera-se que a Rússia ultrapasse a China como o maior produtor de ouro do mundo até 2029, alcançando um crescimento médio anual de 3,7% ano-a-ano entre 2020 e 2029.

Essa previsão foi apresentada em um relatório da Fitch Solutions Country Risk & Industry Research, cujos especialistas acreditam que, no curto a médio prazo, a forte demanda doméstica por ouro sustentará o aumento da produção de ouro na Rússia.

Apesar de um surto de coronavírus com 900 casos na mina Olympiada de Polyus Gold, na região de Krasnoyarsk, no leste da Sibéria - que é uma das maiores operações do planeta, produzindo 1389,2koz de ouro em 2019 - a maioria das minas permaneceu livre de vírus e operacional até agora.

Assim, há algum risco de queda limitado para a previsão de produção de ouro atual em 2020, mas, ao mesmo tempo, há outras forças jogando a favor da indústria de ouro da Rússia.

“A expansão das sanções dos EUA e da tensão entre os dois países incentivou o banco central russo a aumentar suas reservas de ouro”, diz a análise. “Além disso, no início de agosto, a Lei de Estabilização da Líbia deve passar pelo Comitê das Relações Exteriores, impondo sanções adicionais à Rússia por seu suposto papel na escalada da guerra civil na Líbia. A lei permitiria ao governo Trump congelar fundos em bancos americanos, cortando o acesso a ativos denominados em dólares e, por sua vez, mantendo a demanda interna elevada por ouro russo.”


Paládio

Quando se trata de paládio, a Fitch diz que a produção na Rússia está se expandindo em 2020, já que o setor não enfrentou interrupções relacionadas à pandemia do covid-19.

“Na verdade, os produtores russos de paládio se beneficiarão com as interrupções no fornecimento em mercados externos como a África do Sul”, afirma o relatório. “O maior produtor Norilsk Nickel continuará a liderar o mercado de autocatalisadores, sustentado por uma capacidade operacional estável e sua posição como um produtor de baixo custo. Em 30 de abril, a empresa confirmou que sua produção será mantida para o ano fiscal de 2020, com a expectativa de produzir 2,65-2,78 moz de paládio.”

De acordo com a Fitch, dado que a maioria das minas de paládio na África do Sul continua operando abaixo da capacidade conforme as restrições de bloqueio são gradualmente suspensas, a produção no país deve cair 8,7% este ano, enquanto a produção russa de paládio deve registrar um crescimento de 2,5%.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 Student Chapter / Society of Economic Geologists / USP