• Mining.com

Pesquisadores desenvolvem método para recuperar paládio e prata de resíduos industriais


Lixo industrial. (Imagem de terimakasih0, Pixabay).

Pesquisadores da Universidade de Kanazawa, no Japão, desenvolveram um mecanismo para melhorar a recuperação de íons de prata e paládio de resíduos ácidos aquosos.

Em um artigo publicado no Chemical Engineering Journal, os cientistas disseram que o processo desenvolvido envolve a modificação química de partículas ultrapequenas de celulose - um biopolímero abundante e não tóxico - para adsorver seletivamente íons de prata e paládio em temperatura ambiente. A adsorção foi quase completa em pH ácido com concentrações de ácido de cerca de 1 a 13% por volume.

“O adsorvente quelou seletivamente os cátions de prata e paládio de ácido macio”, disse Foni Biswas, principal autor do estudo, em um comunicado à mídia. “Dos 11 metais básicos concorrentes que testamos, apenas cobre e cátions de chumbo também foram adsorvidos, mas os removemos com facilidade.”

De acordo com Biswas, a adsorção máxima de íons metálicos foi rápida em comparação com outras abordagens. Demorou apenas uma hora para a prata, um metal que também mostrou capacidades máximas de adsorção substancialmente maiores a 11 mmol / g.

Após a adsorção, os pesquisadores incineraram as partículas de celulose para obter prata elementar ou pó de paládio. A incineração subsequente em alta temperatura converteu o pó em pellets. As análises espectroscópicas indicaram que os grânulos de metal finais estavam na forma metálica em vez de na forma de óxido.

“Em seguida, removemos quase toda a prata e paládio de amostras reais de resíduos industriais”, disse Biswas. “A obtenção de metais puros e elementares foi tão tranquila quanto em nossos testes.”

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2021 Student Chapter / Society of Economic Geologists / USP