Mineradora canadense desenvolve método ecologicamente correto de produzir potássio


Núcleo de potássio do projeto Tugaske. (Imagem da Gensource Potash).

Uma empresa canadense desenvolveu um novo mecanismo ecologicamente correto para produzir potássio sem gerar rejeitos de sal e sem exigir tanques de salmoura na superfície.

De acordo com a Gensource Potash, sediada em Saskatoon, a ausência de rejeitos elimina os riscos de descomissionamento, enquanto a ausência de lagoas remove o maior impacto ambiental negativo da mineração convencional de potássio.

O método de extração que Gensource criou injeta uma salmoura de sal quente (NaCl) em aberturas horizontais no corpo do minério, que dissolve seletivamente o potássio (KCl), deixando o sal no lugar. A salmoura rica em KCI é então processada (KCI 'cai' por meio da cristalização de resfriamento) e a salmoura NaCl é reaquecida e recirculada de volta para a cava para repetir o processo.

O processo é executado por uma série de instalações de produção independentes que têm 1/10 do tamanho de um projeto de potássio tradicional e podem produzir entre 250.000 - 300.000 t / ano do fertilizante.

Definido para ser instalado no projeto Tugaske, que está dentro da área de Vanguard da empresa no centro-sul de Saskatchewan, os módulos usam 75% menos água por tonelada de potássio do que métodos convencionais de mineração de solução. Eles também têm a capacidade de usar fontes de água salobra, o que reduz ainda mais o uso de água doce.

A Gensource também relatou que a energia em Tugaske é autogerada usando gás natural, não carvão, o que evita até 24.500 toneladas / ano de emissões de CO2.

O projeto greenfield de Tugaske recebeu recentemente uma licença de aprovação de desenvolvimento do Município Rural de Huron, onde está localizado. O Ministério do Meio Ambiente de Saskatchewan, por outro lado, decidiu em 2018 que o projeto deve ser considerado "não um desenvolvimento" porque não aciona avaliação de impacto ambiental devido aos seus atributos "verdes".

No momento, a Gensource Potash está esperando que seus credores seniores, KfW e Société Général, aprovem o financiamento. A empresa também aguarda a aprovação da cobertura do project finance por meio da Euler Hermes.

Assim que as operações começarem, a Gensource Potash se comprometeu a vender, pelo menos pelos próximos 10 anos, 100% da produção anual da Tugaske para a Helm Fertilizers, uma subsidiária da Helm AG nos Estados Unidos, que irá comercializá-la diretamente para seus clientes usando sua infraestrutura própria.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 Student Chapter / Society of Economic Geologists / USP