Covid-19 interrompe US $ 6,9 bilhões em produção global de mineração


O Covid-19 impactou o setor de mineração em todo o mundo, à medida que os governos impõem bloqueios e quarentenas e as empresas interrompem as operações porque trabalhadores e contratados não podem entrar no local devido a restrições.


Em um novo relatório, a S&P Global Market Intelligence registra o impacto desses fechamentos de mina, mostrando a África e as Américas mais atingidas em termos de número de operações suspensas.

A África do Sul havia fechado 54 minas no final da semana passada, os EUA fecharam 42 e o México e o Canadá, 29 e 28 cada. No total, a produção de 260 minas em 33 países foi interrompida desde o início de março. A mercadoria mais afetada em termos de porcentagem da produção anual suspensa é o urânio - com quase 12% nas 21 minas afetadas. O fechamento de 12 minas de platina afetou 3,3% da produção no período, enquanto 100 fechamentos de minas produtoras de prata já impactaram 2,4% da produção anual global.

A S&P Global destaca, no entanto, que a produção em risco começou a se estabilizar com a notável exceção da platina - quatro minas foram adicionadas à categoria em risco na semana passada.

A empresa de análise de mineração sediada nos EUA adverte que é "muito cedo na disseminação da pandemia para quantificar totalmente os impactos no fornecimento de commodities"

As mineradoras estão fazendo anúncios adicionais diariamente, as empresas continuam a retirar as diretrizes para 2020 à luz das incertezas, é provável a extensão de muitas suspensões e interrupções limitadas em certas minas podem até não afetar a produção durante o ano inteiro.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2020 Student Chapter / Society of Economic Geologists / USP